O Ser Humano e a Natureza

6 de outubro de 2011

Observando um dos processos de desenvolvimento dos elementos da natureza e o desenvolvimento do homem, podemos notar algumas semelhanças.   
Neste momento gostaria de comparar ao processo dos “desenvolvimentos das plantas frutíferas”.
Vamos pensar no simples processo em que através das sementes originam as plantas, em sua maioria, desenvolvem o tronco, galhos, folhas, flores e frutos.
Durante seu processo de desenvolvimento sofrem interferências naturais ou artificiais, manipuladas, para satisfazer determinada necessidade.
Mas mesmo assim, na essência estão contidos registros da verdadeira origem, possibilitando assumi-la quando na intenção.
Suas partículas externas, as cascas, têm a função de proteger a parte interna das agressões.
Por isso, existem espécies com cascas mais densas e feias enquanto outras são mais delicadas e belas.
Além da casca, encontramos a polpa que oferece o sabor peculiar e de acordo com seu processo de desenvolvimento, identidade e época.
Ainda também na polpa, estão contidas novas sementes que possibilitarão a continuidade ao ciclo da vida, com as características genéticas preservadas ou transformadas. Reflexo do tratamento recebido.
Simplificando, as frutas resultarão deste processo.
Agora, vamos fazer uma pequena reflexão para o desenvolvimento do ser humano:
O ser humano nasce da semente, diferenciado um dos outros pelas características genéticas, pelos registros peculiares, por influências durante o processo de desenvolvimento – consciência.
Na semente estão os verdadeiros valores e poderá ser acessada quando na intenção.
O homem desenvolve seu corpo, o tronco, com características peculiares influenciadas pelos reflexos dos tratamentos recebidos.
Na parte interna do corpo, na polpa, materializam-se os conceitos e intenções.
Durante a vida, criam-se as cortinas envoltórias ao corpo pela forma-pensamento, emoções, sentimentos e forças externas, afins de, proteger-se contra os ataques e as verdades. Cria-se a aparência, “casca”.
Diante desta situação poderemos nos perguntar:
Qual é o verdadeiro SER?
Quais registros carrego?
Como contribuo para este universo?
Quais são as influências externas?
Como pretendo criar uma nova vida?
Quais são as cascas que criei?
Quais são as sombras que me perseguem?
Permitindo a evolução espiritualizada da mente e do pensamento, pode-se acessar novas consciências tornando evidentes comportamentos confortáveis, conscientes e prevalecer para sua vida motivos que levam há um rumo mais saudável.
Com isto transformar, encontrar a paz interior, tranqüilidade, equilíbrio, ser menos denso, ser doce e contribuir positivamente para uma nova semente.
“Cabe escolher que casca quer ter, como constituir sua polpa e que semente deseja perpetuar”.
Digg This
Reddit This
Stumble Now!
Buzz This
Vote on DZone
Share on Facebook
Bookmark this on Delicious
Kick It on DotNetKicks.com
Shout it
Share on LinkedIn
Bookmark this on Technorati
Post on Twitter
Google Buzz (aka. Google Reader)

Não há posts relacionados.

Categoria: Momentos de reflexão

Tags:, , , , ,

Deixe um Comentário

(obrigatório)

(obrigatório), (Oculto)

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

TrackBack URL  |  Feed RSS para comentários sobre este post.


SER VOCÊ

Follow us

Categorias

Tags

Facebook

Twitter SER VOCE

    Favoritos